sábado, 14 de abril de 2007

Dão-se peluches a quem acreditar!


Eu nem acredito... Depois da minha prima, sou eu... a pensar que sou pai de um peluche!
O que vale é que não estamos sozinhos nesta aventura m(p)aternal!

Já agora, aproveito para dar os Parans à dona da minha prima! A quem dedico esta música de Vinícus e Toquinho, da Arca de Noé (cantada por Bebel Gilberto):

6 comentários:

LisbonGirl disse...

Tão fofo, Caniche! Que ternura!

caniche vagabundo disse...

Atenção, eu não sou sempre assim!

LisbonGirl disse...

Claro que és... sempre!... Sempre, sempre fofo! Muito fofo! E lindo!Muito lindo!:)

Gato Vadio disse...

Na primeira foto... dois peluches... ou dois bichos... importa que parecem inseparáveis...

caniche vagabundo disse...

\ /
- -
*

(caniche contente!)

Chat Gris disse...

Tão lindas as fotos :), bichos e peluches também!