quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

O meu dono deu-me um osso...


Ora isso é sinónimo de:
1 - passar a noite em claro, com medo que alguém mo tente roubar;
2 - arranjar esconderijos decentes para o osso, sempre que me apetecer fazer uma pausa;
3 - apanhar no focinho cada vez que mostro os dentes ou rosno... quando alguém se aproxima do MEU OSSO;

4 - estar preparado para, com tristeza, ver os osso ir parar ao caixote do lixo... depois de uma demonstração de posse do referido petisco.

5 comentários:

LisbonGirl disse...

Ou seja: um presente envenenado...
deixa lá...o Pai Natal não dorme!:))

Van Dog disse...

Grande sortudo!! Aproveita-o bem. E tenta não ligar se alguém passar perto - embora eu compreenda, é difícil pensar que o pessoal não fica todo delirante ao ver o teu osso...

Thor disse...

Você vai ter muito trabalho pela frente, amigo! :)

Thor

Chat Gris disse...

Hehe!
:)

Carol disse...

hehehehe minha outra cachorrinha que era assim, já o Bartô gosta que a gente pegue e jogue longe pra ele pegar e trazer de volta hehe