sexta-feira, 16 de março de 2007

Caderno de desenhos



Caderno com desenhos de penteados antigos (em 2005).
Não são tão bons como estes da Jennifer Leong, mas se a minha donasta continuar a praticar...


O Chefe da matilha, o meu dono, também já me fez muitos desenhos e até aguarelas!



Esta deve ter sido feita numa esplanada, talvez na Ericeira...
...ou então no Careca, no Restelo.


(Tanto que havia para dizer sobre o Careca e imediações, mas fica para outra altura!)




Max (ou Caniche Vagabundo), 2006. Aguarela

11 comentários:

Sailor Girl disse...

AI TÃO LIIIIINDO!!!
Será que a «Donasta» pode fazer um desenho da Kuka Girl???

caniche vagabundo disse...

Sim, pode!

Gato Vadio disse...

Mas que desenhos tão bem feitos, ainda por cima cheios de carinho, será que não mereciam também uma exposição? ;)

ARTE DE FERNANDO LEMOS GOMES disse...

Gostava de anunciar a criação de um novo blogue com o qual pretendo divulgar alguns trabalhos de artes plásticas sobre temas Marítimos

aqui fica um convite e o endereço respectivo:
ARTE DE FERNANDO LEMOS GOMES
http://flemosgomes.blogspot.com/

caniche vagabundo disse...

Gato vadio, há muito tempo que eles falam nisso, mas nunca mais fazem uma exposição só sobre mim!

Fernando Lemos Gomes, que belos trabalhos!

LisbonGirl disse...

Que lindos desenhos de ti, Caniche! E tu ficas sempre muito bonito!

A Kukinha Girl vai ficar muito bem, também!


Bem mimados! Assim é que é!:)

maria ines disse...

que lindos dibujos...
busque imagenes de joaquim rodrigo, me encanto.
gracias!

Rute disse...

Que desenhos magníficos, Parabéns

Sailor Girl disse...

Ai que bom! Contei à Kukinha Girl e ficou toda contente!!!!

Esta Donasta tem mesmo de fazer uma Exposição!!! Que sensibilidade!!!

(Presumo que «Donasta» seja uma mistura de Dona + Madrasta... Preferiria que passássemos a utilizar o termo «Dôninha», pois «asta» de «madrasta» lembra-me coisas... brrrrrr)

caniche vagabundo disse...

Sailorgirl, mas essas coisas... brrrrr... não acontecem por causa do sufixo "asta". A crença de que a madrasta é sempre uma pessoa má, que pergunta ao espelho quem é a mais bela, ou que abandona João e Maria na floresta, aterroriza (por vezes sem razão) muitas crianças e atormenta e estigmatiza muitas madrastas (ou "boadrastas"). Ainda hei-de escrever sobre isso...

Calculo que ser madrasta também seja difícil e custa-me a aceitar que haja palavras que, por si só, sejam tão cruéis que condicionem a relação entre pessoas que não são mãe e filho/a mas podem ser amigas e companheiras (usando o termo "madrasta" sem preconceitos ou optando por outro forma de tratamento).

Dizer "Donasta" é uma brincadeira cá de casa... e é uma brincadeira carinhosa!

Muitos Beijinhos!!!

Sailor Girl disse...

Há madrastas e madrastas... Há madrastas muita más!!! Beras, mesmo!... Eu conheço uma!... Mas tem razão, caniche, também conheço uma madrasta boa!

Uma festinha!!!